quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Residência parte V

A época de exames é desesperante por aqui, principalmente porque o pessoal fica por cá uns tempos sem ir a casa. Há dias que nem vejo a cor ao céu, fico cá dentro o dia todo.
Uns viciam-se em jogos e fazem directas a jogar, outros viciam-se em blogs e pornografia, outros veneram os morangos com açúcar, outros arranjam qualquer pretexto para não estudar, qualquer mesmo...e outros (poucos) estudam.

Imaginem um conjunto de pessoas (maior parte homens) enclausurados e com um síndrome maníaco-depressivo verificado nos países nórdicos devido à falta de sol, que origina suicídios a pontapé....é fácil de imaginar...tornamo-nos quase que bichos ressabiados, pior que isso vá...

As épocas de exames nunca foram duras por aqui, tirando na véspera claro, em que anda tudo desesperado porque "não têm tempo para estudar"...no resto do tempo o pessoal diz "epa tenho tantos exames e ainda não comecei a estudar" e depois perguntamos uns aos outros "já começaste a estudar?" esperando que a resposta seja "não" para que não nos sintamos tão mal connosco próprios.

Havia tempos em que a época de exames era de descoberta e diversão...tentávamos abrir portas de divisões desconhecidas, faziamos planos para passar noites fora algures pelo país, combinávamos coisas sem sentido, inventávamos teorias, víamos toneladas de filmes (sacados ilegalmente claro, aqui tudo é ilegal), íamos beber para o terraço "secreto", enfim...

Hoje em dia já temos segurança à porta, já há maior controlo e também porque muitos (incluindo eu), já estão a ficar velhos e cansados para estar aqui.
Já chega...!
Alem disso, a nova geração de residentes (e mal de mim falo também) à qual eu chamo a geração do portátil, não convive com ninguém, vive num mundo restringido a quatro paredes e um portátil. Há uns anos conhecia toda a gente da residência, hoje em dia farto-me de ver gente por aqui que nunca vi na vida e pergunto com cara de parvo "aquele caramelo mora aqui??"...

Acho que na vida há momentos para tudo e nesta altura sinto que já é tempo de terminar o curso e ir embora.

Estou a fazer por isso!

9 comentários:

  1. ... já lá vão uns anos desde que aqui chegámos. É triste pensar nisso.

    ResponderExcluir
  2. Agora estás farto mas vais ter muiiiitas saudades daqui a uns anos! Fala a voz da experiência! :-)

    ResponderExcluir
  3. Eu e os meus filhos sempre fomos muito programados nos estudos, foi uma coisa que levámos muito a sério e não deixámos de viver... recolhemos bastantes frutos, eu fui longe na minha vida académica, o que me proporciona actualmente, que estou reformada, uma vida desafogada.
    Um dos meus filhos foi convidado a trabalhar como investigador em Georgetown ... e por aí fora.
    O que quero dizer é que um estudante, primeiro que tudo deve estudar (se gostar, caso contrário desista e não se ande a enganar)e depois pense nos divertimentos, porque só assim irá colher frutos maduros na sua vida adulta, e então sim, pode trilhar com segurança os caminhos da vida.
    Abracinho

    ResponderExcluir
  4. Bem, ao ler o teu post, deu-me cá uma vontade de fazer "rewind" =P
    Bons tempos de estudante!

    Kisses*
    Fénix*

    ResponderExcluir
  5. Agradeço desde ja a visita e o comentario ao meu cantinho :D

    eu respondo smp aos comentarios po isso lg q possas vai la ver ;)

    Gostei aqui do teu cantinho, sou desde já seguidora :D espero receber mais vezes a tua visita, comentario e q sejas seguidor :D

    Bjoca

    ResponderExcluir
  6. Nao acabei o curso assim ha tanto tempo quanto isso, mas garanto que tambem ja tenho saudades.

    É claro que na parte final já só queria sair dali o mais rapidamente possível, acabar o que já devia ter acabado. Por isso, compreendo perfeitamente o que acabaste de escrever.

    Mas aproveita os últimos tempos académicos, para que as saudades demorem a chegar.

    ResponderExcluir
  7. Há dias em que me apetece esfolar-me por ter entrado num mestrado. :P

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Lá pela residência onde vivi o espirito era o mesmo na época de exames, arranjávamos pretextos de todos os géneros para fugir ao estudo, mas tinha que ser...
    Força!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Ora digam: